24 de junho de 2013

A Hospedeira: a nova criação de Stephenie Meyer

Um dos poucos lados bons de viver na cidade caótica de São Paulo é ter sempre muito tempo pra ler. Todos os dias eu demoro cerca de 1h para chegar ao trabalho - o que é pouco por aqui, believe me - e sempre uso este tempo pra me atualizar nas leituras. :)

Quem me conhece sabe que sou fascinada por livros de fantasia, simplesmente esqueço do mundo quando leio um! E, essa semana, acabei de ler A Hospedeira, da mesma autora de Crepúsculo, Stephenie Meyer. Na verdade, este não é bem um livro de fantasia, está mais para ficção-científica, que é um gênero que eu também gosto muito.

Já disse aqui que achei Crepúsculo péssimo, completamente sem história, sem clímax e sem sentido. A autora não soube desenvolver o enredo - e nem foi porque ela criou vampiros brilhantes - e, além disso, todos os livros foram mornos do início ao fim. De qualquer maneira, ouvi muita gente falando bem de A Hospedeira e resolvi arriscar lê-lo.


Não posso afirmar que este é um livro sensacional que me prendeu do começo ao fim. Até que demorei bastante para lê-lo, considerando que às vezes devoro enredos inteiros em quatro dias. De qualquer maneira, em relação à saga de vampiros, posso falar, sim, que A Hospedeira é bem melhor, tanto na escrita, quando na história.

Em A Hospedeira, o planeta Terra foi dominado por extraterrestres que se apoderaram dos corpos dos seres humanos. Dessa maneira, apenas muito tarde a sociedade percebeu que estava sendo controlada por outra espécie. Quando Melanie, um dos poucos humanos que restavam, é capturada e tem uma alma invasora colocada dentro de sua cabeça, ela acha que é o fim. No entanto, a situação muda de proporção quando Peregrina, a alma parasita, percebe que Melanie não abrirá mão de seu corpo tão facilmente.

A Hospedeira, filme (2013)

A ideia da história do livro é bem legal, de verdade, porque o tempo todo a gente não sabe se torce pela Melanie, que é a humana, ou pela Peregrina, que é a alma invasora. Mais uma vez, a Stephenie Meyer fez com que a gente fosse conquistado pelos personagens e torcesse por eles. Nesse caso, no entanto, é mais complicado, porque apesar de existirem dois personagens diferentes, existe apenas um corpo.

O que me incomodou, no entanto, é que, mais uma vez, deu para perceber que a autora ainda não é madura o suficiente, embora tenha grandes ideias, e sempre acaba se apegando aos personagens, mantendo-os até o fim. Meyer, ao contrário de outros autores, abre mão de uma trama mais elaborada e com algumas perdas, a fim de dar um final feliz e água açúcar em todos os seus livros, o que é algo que, para mim, define se um livro é bom ou apenas mediano. Talvez eu tivesse gostado muito mais de A Hospedeira se existisse mais ação em sua história e se as situações se resolvessem mais rapidamente, mas não tão facilmente. Se tivesse existido uma batalha de fato e o livro não fosse apenas focado na relação humana-alma-outros humanos

De qualquer jeito, este é um livro bem legalzinho para ler quando o objetivo é apenas distração. Mas nada mais do que isso.

11 comentários:

  1. Não li o livro ainda mas vi o filme da hospedeira esses dias e achei "legalzinho" kkk não foi aquele filmaço né mas deu pra distrair pelo menos rs. Beijos tenha uma boa semana ;)

    Sorteio de aniversário de 6 meses

    Blog Milla's World | Facebook | Youtube

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Faz um tempinho que li o livro e assisti o lançamento do filme. Bem diferente de Crepusculo. Adorei

    parabéns pelo seu blog, eu amei aqui, amei sua criatividade, seu modo de falar com os leitores, a forma que você usa nas postagens, o design e etc, eu realmente curti e vou voltar aqui sempre ! Obrigada por ter criado . Parabéns novamente e já estou seguindo ((: Parabéns !!

    http://dezesseteetantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu queria muito ler, mas é muito grosso esse livro, fiquei com preguiça rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nunca senti muita vontade de ler esse livro. Mas já que você gosta desse gênero, já leu A Maldição do Tigre?

    www.themelodyinside.com

    ResponderExcluir
  6. É verdade, eu até gosto de crepúsculo, mas nunca percebi que a autora sempre busca manter os personagens até o fim, acaba meio chato mesmo. Acho que vou acabar assistindo o filme antes de ler esse livro hahah bjs

    http://fernandamarx.com

    ResponderExcluir
  7. Eu to louca pra ler pra depois ver o filme. Que ai eu posso ver qual ficou melhor, o filme ou o livro (sim, gosto de julgar isso haha), porque muitas vezes o filme fica melhor do que o livro (por incrível que pareça). Quero ver se ela continua com as mesmas ideias de Crepúsculo, eu gostava mas sei lá, sempre que vem uma nova saga ou um novo livro diferente dos anteriores, imaginamos algo diferente né?

    Xx
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu já li o livro e achei bem lega, apesar de ser gigante!
    Não quis assistir o filme porque normamente filmes de livros não são bons hahaha

    Beeijos linda!
    adoreei o blog e já estou seguindo :D

    http://princessjujube.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiii, Carolina!

    Também não sou muito fã de crespusculo não!

    E esse livro "A hospedeira" parece bem melhor, apesar de não gostar muito de extraterrestres.

    Ah, ler em São Paulo é delicioso.

    Beeeeijinhos <3
    Blog EU AMO VERÃO | Canal no Youtube | FACEBOOK

    ResponderExcluir
  10. Já vi em várias livrarias, mas nunca me interessei em comprar. Sua resenha me fez conhecer mais :)

    http://www.metadefutil.com/

    ResponderExcluir
  11. Tenho esse livro, mas está na lista de leitura (que eu juro, está diminuindo). Fiquei feliz em saber da adaptação para as telonas \o/ mas quero ler antes de assistir (sou dessas).

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...